Tutoriais

Definição e funções da moeda

Lorenzo Frazzon, CNPI
Escrito por Lorenzo Frazzon, CNPI em 16 de fevereiro de 2020
Junte-se a mais de 1.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O que é moeda?

Não existe uma definição sobre de moeda que é aceita universalmente, por isso é bom delimitar a moeda por suas três funções básicas: I) Meio de troca, II) Unidade de conta e III) Reserva de valor.

A moeda é algo que é aceito pela coletividade para desempenhar essas três funções.

Meio ou instrumento de troca

A função meio de troca pode ser compreendida ao se pensar o que seria a nossa sociedade se não existisse um meio de troca que é aceito por todos.  Sem moeda, todas as trocas deveriam ser feitas de forma direta, ou seja, iríamos trocar mercadorias em uma economia de escambo. Dessa forma um criador de gado que quisesse comprar pão deveria procurar um Padeiro que quisesse comer carne, ou criar gado também, e ainda seria preciso buscar um entendimento entre eles para fechar negócio.

Seria necessário ocorrer uma dupla coincidência de vontades, e ainda seria necessário resolver as questões da quantidade e da divisibilidade da troca, quanto de pão seria necessário para comprar um boi e vice-versa?

Unidade de conta

Outra função da moeda é ser unidade de conta, assim ela serve para comparar o valor de diversas mercadorias, usando a moeda como denominador comum é possível somar o valor de um carro mais o de uma casa e encontrar sua equivalência nesse valor.

Dessa forma a unidade de conta pode ser utilizada de modo contábil sem necessidade de transferências físicas de moeda, o acerto de contas se processa apenas por lançamentos contábeis entrando a moeda simplesmente como unidade para esta contabilização.

A moeda acaba servindo como uma unidade até para pagamentos diferidos no tempo ou seja, é usada como medida para um pagamento a ser feito no futuro.

Reserva de valor

Outra função é atuar como reserva de valor. Para que a moeda possa ser aceita em troca de mercadorias, ela precisa ser aceita na compra de outros bens e serviços. Dessa forma a moeda representa um direito que seu possuidor tem sobre as mercadorias.

Ao receber moeda ela não precisa ser gasta imediatamente, pode-se guardar-lá para o uso futuro. Isso significa que ela serve como reserva de valor. A moeda para cumprir bem essa função deve possui um valor estável de forma que quem a possua tenha uma ideia precisa de quanto pode obter em troca no futuro.

Mais de um ativo pode cumprir as funções da moeda, e em alguns casos a moeda oficial não cumpre perfeitamente todas as funções principalmente em contextos inflacionários.

Para entender melhor as funções da moeda é oportuno analisar como ela evoluiu ao longo do tempo, e faremos isso em um próximo artigo.


Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *